segunda-feira, 29 de agosto de 2011

"CHUVA" Rob Bell


Venham a mim, todos vocês que estão cansados de carregar as suas pesadas cargas, e eu lhes darei descanso! Mateus 11:28.




 

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

IMITAÇÃO DE CRISTO: "DO AMOR DE JESUS SOBRE TODAS AS COISAS..."

Thomás  À Kempis

...Bem-aventurado aquele que compreende o que seja amar a Jesus e desprezar-se a si por amor de Jesus. Por esse amor deves deixar qualquer outro, pois Jesus quer ser acima de tudo. O amor da criatura  é enganoso e inconstante; o amor de Jesus é fiel e inabalável. Apegado à criatura, cairás com ela, que é instável; abraçado por Jesus, estarás firme para sempre. A Ele ama e guarda como amigo que não te desamparará, quando todos te abandonarem, nem consentirá que pereças na hora suprema. De todos te hás de separar um dia, quer queiras, quer não...
...Conchega-te a Jesus na vida e na morte; entrega-te à sua fidelidade, que só Ele te pode socorrer, quando todos te faltarem. Teu Amado é de tal natureza, que não admite rival: Ele só quer possuir teu coração e nele reinar como rei em seu trono. Se souberas desprender-te de toda criatura, Jesus acharia prazer em morar contigo. Quando confiares nos homens, fora de Jesus, verás que estás perdido. Não te fies nem te firmes na cana movediça: porque toda a carne é feno, e toda a sua glória fenece como a flor do campo (Is 40:6).
...Facilmente serás enganado, se só olhares para as aparências dos homens. Se procuras alívio e proveito nos outros, quase sempre terá prejuízo. Procura a Jesus em todas as coisas, e Jesus acharás. Se te buscas a ti mesmo, também te acharás, mas para a tua ruína. Pois o homem que não busca a Jesus é mais nocivo a si mesmo que todo o mundo e seus inimigos todos....

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

VIDA...William Shakespeare


Depois de Algum tempo você Aprende a diferença, a sutil diferença entre dar a mão e acorrentar uma alma.
E você aprende que amar não significa apoiar-se, e que companhia nem sempre significa segurança. 
E começa a aprender que beijos não são contratos e presentes não são promessas. 
E começa a aceitar suas derrotas com a cabeça erguida e olhos adiante, com a graça de um adulto e não com a tristeza de uma criança...


E aprende a construir todas as suas estradas no hoje, porque o terreno do amanhã é incerto demais para os planos, e o futuro tem o costume de cair em meio ao vão.
Depois de um tempo você aprende que o sol queima se ficar exposto por muito tempo. E aprende que não importa o quanto você se importe, algumas pessoas simplesmente não se importam... E aceita que não importa quão boa seja uma pessoa, ela vai feri-lo de vez em quando e você precisa perdoá-la por isso.
Aprende que falar pode aliviar dores emocionais....


Descobre que se levam anos para se construir confiança e apenas segundos para destruí-la, e que você pode fazer coisas em um instante das quais se arrependerá pelo resto da vida.
Aprende que verdadeiras amizades continuam a crescer mesmo a longas distâncias.
E o que importa não é o que você tem na vida, mas quem você tem na vida.
E que bons amigos são a família que nos permitiram escolher.
Aprende que não temos que mudar de amigos se compreendemos que os amigos mudam, percebe que seu melhor amigo e você podem fazer qualquer coisa, ou nada, e terem bons momentos juntos...


Descobre que as pessoas com quem você mais se importa na vida são tomadas de você muito depressa, por isso sempre devemos deixar as pessoas que amamos com palavras amorosas, pode ser a última vez que as vejamos.
Aprende que as circunstâncias e os ambientes tem influência sobre nós, mas nós somos responsáveis por nós mesmos.
Começa a aprender que não se deve comparar com os outros, mas com o melhor que pode ser.
Descobre que se leva muito tempo para se tornar a pessoa que quer ser, e que o tempo é curto.
Aprende que não importa onde já chegou, mas onde está indo, mas se você não sabe para onde está indo, qualquer lugar serve.
Aprende que, ou você controla seus atos ou eles o controlarão, e que ser flexível não significa ser fraco ou não ter personalidade, pois não importa quão delicada e frágil seja uma situação, sempre existem dois lados...


Aprende que heróis são pessoas que fizeram o que era necessário fazer, enfrentando as consequências. 
Aprende que paciência requer muita prática.
Descobre que algumas vezes a pessoa que você espera que o chute quando você cai é uma das poucas que o ajudam a levantar-se...


Aprende que maturidade tem mais a ver com os tipos de experiência que se teve e o que você aprendeu com elas do que com quantos aniversário você celebrou.
Aprende que há mais dos seus pais em você do que você supunha.
Aprende que nunca se deve dizer a uma  criança que sonhos são bobagens, poucas coisas são tão humilhantes e seria uma tragédia se ela acreditasse nisso...


Aprende que quando está com raiva tem o direito de estar com  raiva, mas isto não te dá o direito de ser cruel.
Descobre que só porque alguém não o ama do jeito que você quer que ame, não significa que esse alguém não o ama contudo o que pede, pois existem pessoas que nos amam, mas simplesmente não sabem como demonstrar ou viver isso...


Aprende que nem sempre é suficiente ser perdoado por alguém, algumas vezes você tem que aprender a perdoar-se a si mesmo.
Aprende que com a mesma severidade com que julga, você será em algum momento condenado.
Aprende que não importa em quantos pedaços seu coração foi partido, o mundo não pára para que você o conserte.
Aprende que o tempo não é algo que possa voltar para trás...


PORTANTO... PLANTE SEU JARDIM E DECORE SUA ALMA, AO INVÉS DE ESPERAR QUE ALGUÉM LHE TRAGA FLORES. 
E VOCÊ APRENDE QUE REALMENTE PODE SUPORTAR...
QUE REALMENTE É FORTE, E QUE PODE IR MUITO MAIS LONGE DEPOIS DE PENSAR QUE NÃO SE PODE MAIS.
E QUE REALMENTE A VIDA TEM VALOR E QUE VOCÊ TEM VALOR DIANTE DA VIDA...


William Shakespeare

sábado, 20 de agosto de 2011

IGREJA IRRACIONAL



          Uma característica da Igreja Moderna é o abandono da racionalidade em relação as questões da Fé. Resgato as palavras de Stott, onde ele diz que o espírito do anti-intelectualismo é corrente hoje em dia. Ele mostra que no mundo moderno multiplicam-se os pragmatistas, para os quais, a primeira pergunta acerca de qualquer ideia não é: “É verdade?” “mas sim: “Será que funciona?” É Este mesmo espectro de anti-intelectualismo que surge frequentemente para perturbar a Igreja Cristã. E considera a teologia com desprazer e desconfiança.
          Esta realidade da Igreja tem se tornado visível ao passar dos dias. Pessoas distanciando a Fé da intelectualidade, não percebendo que a Fé é inteligível, coerente e intensamente racional. Elas advogam a superioridade das experiências espirituais em relação a assimilação intelectual das verdades da Palavra de Deus.
          A Fé é considerada como ato cego de vontade, as pessoas aceitam aquilo que seu "líder espiritual" diz, e não passam as palavras pelo crivo da razão ou pelas evidências consistentes sobre o que se crê, sobre o que esta escrito na Bíblia de fato.
          Segundo John Sott, uma das características mais sérias, é a declaração de alguns grupos pelo anti-intelectualismo. Eles afirmam que no fundo o que importa não é a doutrina, mas a experiência. Isso equivale por a experiência subjetiva acima da verdade de Deus revelada. Ou usar do anti-intelectualismo como válvulas de escape para fugir da responsabilidade dada por Deus, do uso cristão de nossa mente.
          Esta é a Igreja que vemos hoje, carregada de emocionalismo e presa ao subjetivismo. Uma Igreja que se afasta cada vez mais da intelectualidade dada por Deus, desprezando a própria natureza humana, como imagem e semelhança de Deus, herdeira da racionalidade.  

Felippe Ramos         


quarta-feira, 17 de agosto de 2011

U2 Cantando o Salmo 40



        Uma linda música tocada por uma das maiores bandas do Rock mundial. U2 iniciou em 1976 em Dublin, Irlanda. Além das músicas de qualidade, são conhecidos pelas participações nas causas políticas e humanitárias, em especial o líder da Banda, Bono. Outra característica é a relação tênue que a banda mantém com o Cristianismo. Oriundos de uma Igreja Cristã, suas músicas exalam espiritualidade, como podemos ver nesta música, onde a banda canta o Salmo 40...

        Quero deixar um trecho desse lindo Salmo de Davi, que venhamos sempre meditar nestas palavras...

1. Esperei com paciência  pela ajuda de Deus, o Senhor. Ele me escutou e ouviu o meu pedido de socorro.


2. Tirou-me de uma cova perigosa, de um poço de lama. Ele me pôs seguro em cima de uma rocha e firmou os meus passos.


3. Ele me ensinou a cantar uma nova canção, um hino de louvor ao nosso Deus. Quando virem isso, muitos temerão o Senhor e nele porão sua confiança.


4. Feliz aquele que confia em Deus, o Senhor, que não vai atrás dos ídolos, nem se junta com os que adoram falsos deuses!


5. Ó Senhor, nosso Deus, tu tens feito grandes coisas por nós. Não há ninguém igual a ti. Tu tens feito muitos planos maravilhosos para o nosso bem. Ainda que eu quisesse, não poderia falar de todos eles, pois são tantos, que não podem ser contados.

CONFIE EM DEUS, ELE TEM O MELHOR PARA VOCÊ......

A IMITAÇÃO DE CRISTO


          THOMAS À KEMPIS

        Jesus tem muitos que amam seu reino celestial, mas poucos que carregam sua cruz. Muitos desejam consolo, mas poucos a tribulação. Muitos se sentarão a mesa com ele, mas poucos compartilharão seu jejum. Todos querem alegrar-se com ele, mas poucos desejam com ele sofrer.
        Muitos o seguirão até o partir do pão, mas poucos beberão com ele o cálice de sua Paixão. Muitos admiram seus milagres, mas poucos abraçam a vergonha de sua cruz. Muitos amam a Jesus quando está bem com eles, e o louvam quando ele lhes concede um favor; mas, se Jesus se esconde e os abandona por algum tempo, eles começam a queixar-se e ficam abatidos.
        Aqueles que ama a Jesus unicamente por ele e não por amor a si mesmo bendizem-no na tribulação e na angústia assim como no tempo da consolação. Mesmo que ele nunca enviasse um consolo, eles ainda louvariam e lhe renderiam graças.
        Ah! Como é poderoso o amor puro de Jesus, quando não vem misturado com interesses egoístas ou amor-próprio! Os que pensam apenas na própria vantagem não mostram que amam a si mesmos mais do que a Cristo? Onde se encontrará alguém disposto a servir a Deus sem procurar uma recompensa?
        É difícil encontrar alguém tão espiritual que esteja disposto a despojar-se de todas as coisas. Onde se encontrará alguém realmente pobre em espírito e livre de todo apego às criaturas? Tal pessoa é um raro tesouro trazido de mares distantes ( Provérbios 31: 14)

terça-feira, 16 de agosto de 2011

AS 3 CHAMAS DO AMOR HEBRAICO... DE CÂNTICO DOS CÂNTICOS



        "Grave o meu nome no seu coração e no anel que está no seu dedo. O AMOR é tão poderoso como a morte; e a paixão tão forte como a sepultura. O AMOR  e a PAIXÃO explodem em chamas e queimam como fogo furioso.
Nenhuma quantidade de água pode apagar o amor, e nenhum rio pode afogá-lo. Se alguém quisesse comprar o AMOR e por ele oferecesse as suas riquezas, receberia somente o desprezo."
Cântico Dos Cânticos 8: 6 e 7

          

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

SOBRE O AMOR



           Talvez hoje não seja o dia ideal para falar sobre Amor. Afinal, não é hoje o dia do solteiro? Mas sabe aqueles dias que você acorda inspirado, feliz, com a aquela vontade imensa de viver? Estou nesse dia! E não há melhor dia para falar de uma das coisas mais preciosas, gostosas e saudáveis que o Ser Humano pode sentir: O AMOR.
Aquele sentimento que brota dentro de você sem você perceber e vai crescendo sem você notar, e quando você assusta, está totalmente envolvido numa magia sobrenatural ou super natural, inexplicável, prazerosa, revigorante, nostálgica.  É o amor.
Entendo quando o escritor e poeta francês Victor Hugo disse que “”a medida do amor, é amar sem medida”. Não há limites para amar, aliás, quanto mais você amar, melhor é para você, para o próximo, para o mundo, para o amado. No amor, todas as partes são beneficiadas. Fico imaginando como seria o mundo se todos amassem, se todos vivessem um amor, vivessem “O AMOR!.”
Nisto, penso que um dos remédios para a humanidade seja o Amor. Como disse Clarice Lispector: “Amar os outros é a única salvação individual que conheço: ninguém estará perdido se der amor e às vezes receber amor em troca.” Por isto, permita-se amar, permita-se ser amado, permita-se viver a magia chamada AMOR!


Quero deixar uma música que exprime um pouco do AMOR. Composição de Karen Perussi.

"O Clima está frio, e tantas lembranças do inverno me vem a mente

Começo a sentir falta de algo, meu coração então se aperta

Reflito sobre o que seria,

Enquanto a resposta esta o tempo todo comigo.


A resposta é você, a falta que eu sinto é de você,

Talvez o tempo seja bom comigo e eu possa te ver logo

Já que na nossa história ele tem um papel importante, 

Junto com minhas orações incessantes.


Não há outro alguém que eu queira, 

Não há ninguém que tome seu lugar,

Espero a permissão de Deus,

Para que no tempo e na vontade Dele tudo venha se acertar.


Ainda o clima frio, penso sobre seus sonhos, meus sonhos

E tudo o que eu posso fazer é esperar,

Esperar que a poeira baixe e tudo se encaixe

Pois não há ninguém que tome seu lugar.



sexta-feira, 12 de agosto de 2011

RESSURREIÇÃO


O mundo é um lugar frio, inflexível e indiferente?
A morte tem a última palavra?
É tão perverso assim?
E todas as coisas boas que fazemos ou vemos são só casualidades?
São ímpetos aleatórios?
Interrupções momentâneas do vazio de uma existência sem expressão?
Porque se este for o caso, então a única resposta racional é o desespero....

Porém, Jesus fala da RESSURREIÇÃO, e
RESSURREIÇÃO fala que Deus não desistiu do mundo, porque o mundo é importante.........

Rob Bell é escritor e pastor fundador da Mars Hill Bible Church nos Estados Unidos. Sua forma criativa de apresentar a Verdade tem conquistado pessoas em todo o mundo, pessoas de vários públicos. Ele e sua esposa Kristen tem dois filhos e moram em Grand Rapids, Michigan.

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Abriu-me a porta Amor


Abriu-me a porta Amor

George Herbert

Abriu-me a porta Amor, mas minha alma 
encolheu-se,

Pecado e pó que sou.

Sagaz Amor ao ver que ela esmoreceu-se
Desde o instante em que entrou,

Chegou-se a mim e quis saber discretamente 
Se algo estava ausente.

"Um hóspede", falei, "condigno do lugar."
Amor disse: "És tu quem escolhi."

"Eu sou grosseiro e ingrato e devo confessar:
Não posso olhar a ti."

"Amor tomou-me a mão e, sorrindo, respondeu:
Quem fez o olhar fui eu."

Certo, Senhor, mas eu manchei-o; que esta culpa 
Ocupe seu lugar."

"Não sabes", disse Amor, "quem assumiu tua culpa?"
"Céus, devo concordar."

"Senta-te", disse Amor. "prova minha comida."
Então sentei-me e fui servido."


George Herbert (1593 - 1633)  foi poeta, orador e sacerdote inglês. 



terça-feira, 9 de agosto de 2011

Sobre o Amor...de George MacDonald

        
                                                                                           George MacDonald
              O amor é uno. O amor é imutável.
       Pois o amor ama ser puro. O amor sempre visa a beleza absoluta do objeto contemplado. Onde a beleza é incompleta, e o amor não pode amar na medida da sua capacidade, ele ocupa-se em tornar mais belo seu objeto para poder amar mais.  Esforça-se para obter a perfeição até que ele mesmo possa ser aperfeiçoado - não em si mesmo, mas no objeto. Como foi o amor que no início criou a humanidade, até o amor humano, na proporção da sua divindade, continuará criando o belo para seu próprio extravasamento. Não há de eterno a não ser aquilo que ama e pode ser amado, e o amor é uma eterna escalada em busca da consumação, quando assim será o universo, imperecível, divino.
        Portanto, tudo o que não é belo no amado, tudo o que atrapalha e não é da natureza de Deus deve ser destruído.
        

        Pois não pode haver nenhuma unidade, nenhum prazer de amar, nenhuma harmonia, nenhuma vantagem em existir, onde existe apenas um indivíduo. Dois no mínimo são necessários para a unificação. E quanto maior o número de indivíduos, tanto maior, mais bela, mais rica e mais divina é a possibilidade da unidade.
        Deus é fonte de vida. No contínuo fluir desta vida, eu o conheço. Quando me dizem que ele é amor, vejo que, se ele não fosse amor, ele não poderia existir, não poderia criar. Não conheço nada nele mais profundo que o amor, nem creio que haja nele algo mais profundo que o amor - melhor, que possa existir algo mais profundo que o amor. O ser de Deus é amor, portanto criação. Imagino que desde toda a eternidade ele vem criando. Como ele viu que não era bom para o homem ficar só, assim ele mesmo nunca ficou só. Desde toda a eternidade o Pai tem o filho e a nunca-iniciada existência daquele filho eu a imagino como um fluir fácil da natureza do Pai. Ao passo que a criação de outros seres - iguais a nós - eu imagino ser esse o trabalho de Deus, um trabalho eterno.....

É o amor de DEUS.

Sobre a brevidade da vida (Sêneca)


                                                                                                                 Luciane Lapidário

          A pós-modernidade é marcada por uma ênfase ao individualismo, cultuando o corpo, buscando a saúde perfeita e valores que indicam somente a busca da felicidade a qualquer preço. Isto nada mais é que uma maneira de assegurar a eternidade, a infinitude.
          O ser humano, mais do que em outras épocas tem uma concepção e age como se não fosse morrer. Busca realização profissional, pessoal, status e não se preocupa tanto com verdadeira sabedoria, parafraseando o filósofo Sócrates, uma vida não examinada não é digna de ser vivida.          
          O texto de Sêneca, poeta e filósofo estóico latino, nos traz à luz a reflexão sobre o valor do tempo na vida, se esta será breve ou longa. E nos faz pensar a respeito do que realmente compõe a brevidade e a longevidade da nossa existência. Sêneca diz nos primeiros versos: “O fato é o seguinte: não recebemos uma vida breve, mas a fazemos, nem somos dela carentes, mas esbanjadores.” (1:4)
            O que torna nossa a vida breve é como a conduzimos, e ainda alerta:
“Vivestes como se fosseis viver para sempre, nunca vos ocorreu que sois frágeis, não notais quanto tempo já passou; vós o perdeis, como se ele fosse farto e abundante, ao passo que aquele mesmo dia que é dado ao serviço de outro homem ou outra coisa seja o último.” (3:4)
O filósofo observa que há muitos que desejam levar uma vida de meditação e ócio quando estiverem livres de suas obrigações, aos cinqüenta ou sessenta anos, porém estes, não podem garantir que terão uma vida longa, não podem seguramente saber por quanto tempo ainda viverão, pois estão reservando apenas “as sobras da vida” o que deveriam ter realizado na juventude, e que “quão tarde começas a viver, quando já é hora de deixar de fazê-lo.” (3:5)
Mas o que torna uma vida breve? De acordo com Sêneca:

7:1 - Conto entre os piores os que nunca estão disponíveis para nada, senão para o vinho e os prazeres sensuais, pois não há ocupação mais vergonhosa. Outros, embora se prendam à imagem vazia da glória, contudo erram honradamente; podes me enumerar os avarentos, os turbulentos, ou os que se entregam a ódios e guerras injustas: todos estes pecam de uma maneira mais viril. Mas os que se entregam à gula e aos prazeres sensuais ostentam uma degradação (2) desonrosa. Examina todo o tempo deles: verifica quanto gastam em cálculos avaros, quanto em preparar emboscadas, quanto temendo-as, quanto bajulando, quanto sendo bajulados; e quanto tempo ocupam em compromissos judiciários, seus ou alheios, ou com banquetes - que já se tornaram mesmo uma obrigação: verás que nem seus bens, nem seus males, os deixam respirar.

Este tempo perdido, não será restituído, a vida fluirá silenciosamente e não será prolongada e para aquele que é ocupado passará rapidamente. (8:5). Para Sêneca o tempo é um bem precioso.
A melhor maneira de aproveitar a vida é não ter grandes preocupações, não desperdiçar, negligenciar ou esbanjar, assim a vida será suficiente, mesmo que curta, “portanto, quando lhe vier o último dia, o sábio não hesitará em caminhar para a morte com passo firme.” (11:2 )
A prática das virtudes, a luta contra as paixões, o amor e principalmente o saber viver, mas também morrer é que leva a uma vida de tranqüilidade, esta é a sabedoria do bem viver, “eles são os únicos a viver, pois, não apenas administram bem sua vida, mas acrescentam-lhe toda a eternidade.” (14:1)
Para Sêneca, viver o instante, o momento, pois o futuro é duvidoso, dele nada se pode saber. O agora é o que importa, porém é este instante que apontará o curso, deve ser conduzido pelas ações sábias, amorosas e virtuosas que  desvelarão o que realmente importa para viver mesmo que brevemente,  mas que seja viver intensamente.
Concluímos com as profundas palavras deste filósofo e poeta que “deve-se aprender a viver por toda a vida, e, por mais que tu talvez te espantes, a vida  toda é um aprender a morrer.” (7:4)

Texto:http://filosofiaemusopublico.blogspot.com/2011/05/e-book-seneca-sobre-brevidade-da-vida.html
                                                            




segunda-feira, 8 de agosto de 2011

Porque Odeio a Religião?


         Sobre Mark Driscoll: É considerado um dos 50 mais influentes pastores Norte-Americano. De família católica, Driscoll tornou-se cristãos em 1989 quando estava na Universidade de Washington.
         Em outubro de 1996, ele e sua esposa Grace fundaram a Igreja Mars Hill em Seatle, a partir de um pequeno grupo de Estudo Bíblico que se reunia em sua casa. Este grupo cresceu e hoje tem mais de 8 mil membros.
         Recomendo o livro que devorei em poucos dias: "Reformissão". Nele, Mark Driscoll nos mostra como ultrapassar barreiras culturais para levar o Evangelho sem comprometer o conteúdo. É o que ele chama de "Reformissão".

sábado, 6 de agosto de 2011

Triste Realidade



       Um mundo grande e com diferenças enormes. Enquanto estamos no conforto de nossas casas, milhares de pessoas, em sua maioria crianças, morrem de fome na África. Segundo a ONU (Organização das Nações Unidas), mais de 29 mil crianças com menos de 5 anos de idade já morreram de fome nos últimos 3 meses na Somália.
     Os dados da ONU revelam que 640 mil crianças estão subnutridas e somente 3,2 milhões de pessoas, de uma população de 7,5 milhões, não precisam de ajuda imediata para sobreviver.
       É triste saber que o homem chegou a este nível. Tal que é capaz de olhar para esta situação e se sentir indiferente. Isso nos revela traços de uma sociedade egoísta e sem Deus.
       Imagino se Cristo estivesse vivendo em nossos dias, o que Ele estaria fazendo? Onde ele estaria ajudando? O que Ele diria dessa situação? Isto nos leva a ver como a "Igreja" tem sido falha na proclamação do Reino de Deus. Uma Igreja prospera, mas que não entendeu a mensagem do Evangelho. Não entendeu o primeiro e o segundo mandamento exposto por Cristo: "Amar a Deus sobre todas as coisas, e o PRÓXIMO como a si mesmo."
         Que venhamos a nos empenhar nessa causa. que venhamos a honrar estas pessoas como portadores da Imagem e Semelhança de Deus. E minha oração é pedir a Deus que nos mostre o real significado de "Amar o Próximo como Eu me Amo".

Ore pela África

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Não Pensar é Impensável

"O que não posso é não pensar. Não pensar é impensável". R.C.Sproul
     
          Uma das mais belas constituição humana é a capacidade de pensar. Não consigo conceber a ideia do  ser humano sem o uso desta capacidade. Ele não seria humano. Nisto, a famosa frase de Descartes: "Penso, logo existo", nos faz sentido, e nos leva a compreensão de que se penso, logo tenho consciência de mim mesmo, se penso, logo eu sei, se penso, logo sei que posso alcançar coisas inimagináveis.
           Se ater a esta verdade, é libertador. Você se sente livre para expressar, refletir, viajar, criticar, pensar. Sabe que nada pode impedi-lo, que ninguém pode retirar de você esta capacidade. Portanto, neste blog ,quero usar da liberdade que possuo, e me expressar sobre aquilo que minha mente alcançar. Sem limites, sem barreiras e sem censura. Ir por onde minha mente levar.

Bem Vindos!