sábado, 20 de agosto de 2011

IGREJA IRRACIONAL



          Uma característica da Igreja Moderna é o abandono da racionalidade em relação as questões da Fé. Resgato as palavras de Stott, onde ele diz que o espírito do anti-intelectualismo é corrente hoje em dia. Ele mostra que no mundo moderno multiplicam-se os pragmatistas, para os quais, a primeira pergunta acerca de qualquer ideia não é: “É verdade?” “mas sim: “Será que funciona?” É Este mesmo espectro de anti-intelectualismo que surge frequentemente para perturbar a Igreja Cristã. E considera a teologia com desprazer e desconfiança.
          Esta realidade da Igreja tem se tornado visível ao passar dos dias. Pessoas distanciando a Fé da intelectualidade, não percebendo que a Fé é inteligível, coerente e intensamente racional. Elas advogam a superioridade das experiências espirituais em relação a assimilação intelectual das verdades da Palavra de Deus.
          A Fé é considerada como ato cego de vontade, as pessoas aceitam aquilo que seu "líder espiritual" diz, e não passam as palavras pelo crivo da razão ou pelas evidências consistentes sobre o que se crê, sobre o que esta escrito na Bíblia de fato.
          Segundo John Sott, uma das características mais sérias, é a declaração de alguns grupos pelo anti-intelectualismo. Eles afirmam que no fundo o que importa não é a doutrina, mas a experiência. Isso equivale por a experiência subjetiva acima da verdade de Deus revelada. Ou usar do anti-intelectualismo como válvulas de escape para fugir da responsabilidade dada por Deus, do uso cristão de nossa mente.
          Esta é a Igreja que vemos hoje, carregada de emocionalismo e presa ao subjetivismo. Uma Igreja que se afasta cada vez mais da intelectualidade dada por Deus, desprezando a própria natureza humana, como imagem e semelhança de Deus, herdeira da racionalidade.  

Felippe Ramos         


6 comentários:

  1. Mto bom felippe...apenas me lembrei de um versiculo pra comentar...^^
    "Logo a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Cristo.
    Romanos 10.17

    ResponderExcluir
  2. tem o de 1 Pedro 3:15... "Dar razões da vossa Fé...
    Valeu Tati..

    ResponderExcluir
  3. Felippe! Muito Legal seu texto. Boa fluência e bem objetivo. Gostei... continuo acompanhando...
    Sérgio Abreu

    ResponderExcluir
  4. As coisas espirituais não rivalizam com as racionais e sim com as carnais... contra o racional está o emocional...

    A fé não pode estar divorciada da razão, isso quem faz são os animais irracionais, o que explica certas unções de animais por ai...

    ResponderExcluir
  5. é verdade Ruy... Quando são divorciadas estas propriedades divinas são deturpadas e viram no que está acontecendo na igreja.

    ResponderExcluir