domingo, 29 de janeiro de 2012

# O $HOW TEM QUE PARAR



# EU ODEIO O SHOW QUE VOCÊS ME OFERECEM





Música de um dos grandes compositores contemporâneo, Jon Foreman (vocalista e compositor da banda Switchfoot).


Em vez De Um Show




Eu odeio todo o seu show e pretensão
A hipocrisia do seu louvor
A hipocrisia de seus festivais
Eu odeio todo o seu show

Longe da sua adoração barulhenta
Longe dos seus hinos barulhentos
Eu tapo meus ouvidos quando você
os canta
Eu odeio todo o seu show

Em vez disso, deixe que seja uma inundação
de justiça
Um processo sem fim de retidão
Vivendo, vivendo
Em vez disso, deixe que seja uma inundação
de justiça
Em vez de um show

Seus olhos estão fechados quando você ora
Você canta certinho com a banda
Você lustra seus calçados para os serviços
Mas tem sangue em suas mãos

Você virou as costas para o desabrigado
E aqueles que não se encaixam nos seus planos
Terminam fazendo jogos da religião
Tem sangue em suas mãos

Ah! Vamos discutir isso
Se seus pecados são sangue vermelho
Vamos discutir isso
Vocês serão brancos como as nuvens
Vamos discutir isso
Acabam se fazendo de tolos

Dê amor para aqueles que não conseguem amar
Dê esperança para aqueles que não tem
Erga aqueles que não conseguem se erguer
Em vez de um show
Eu odeio todo o seu show




terça-feira, 10 de janeiro de 2012

O VALOR DO "PRÓXIMO"





Na parábola do "Bom Samaritano", uma das mais belas e conhecidas parábolas contadas por Jesus (Lucas:10: 25 a 37), é descrito o valor do PRÓXIMO, aquele intrínseco em cada ser humano. Jesus esboça  que o segundo grande mandamento é amarmos o próximo como nos amamos.


Quem é o meu próximo? o que é amar o próximo como eu me amo? Utilizando as palavras de Éd René Kivtz, o próximo é todo aquele que desenvolvemos uma relação de amor, por isso, é importante destacar que você pode estar perto da pessoa, mas não ser próxima dela. Você pode ser vizinho, passar bem perto dela todos os dias, frequentar o mesmo lugar, trabalhar juntas, estudar na mesma sala, e simplesmente não ser próxima..


O que Jesus nos ensina, está além da distância, está na atitude de AMOR. E amar, é você querer o bem para a pessoa; amar é servir; amar é uma qualificação de serviço; amar está relacionado ao cuidado que você tem com o próximo, seja no falar, no agir, naquilo que você faz para torna-lo digno.


Segunda-feira passei a entender melhor o que é isso. Diante de uma possível tragédia e que poderia trazer maiores prejuízos como perdas humanas, vi em atitudes um pouco do que é ser próximo, o que é amar o próximo, o que é assumir a dor do seu irmão, do seu amigo, do seu familiar. Vi a água invadindo as ruas, as casas, e homens, em uma atitude de solidariedade, ajudando os necessitados, os que estavam em situação de risco, os que poderiam perder seus bens materiais. Nestas atitudes, percebemos o que é ser próximo, o que é amar o próximo. Vemos que ainda há resquícios de bondade, de solidariedade humana, um reflexo daquele que nos fez a Sua Imagem e Semelhança, DEUS.


Assim como vi o que é ser próximo, consegui perceber o oposto, o que não é ser próximo. Diante de tantas necessidades e de riscos a vida, haviam pessoas indiferentes, totalmente inertes em sua frieza e egoísmo. E se não bastasse isso, ainda atrapalhavam aqueles que ainda sentem compaixão pelo próximo. Expectadores da destruição e que é capaz de desejar mal para os da sua espécie. Estes não deveriam sequer, considerar-se humanos.


Aqui fica minhas palavras de gratidão a Deus, pelo seu amor, cuidado, fidelidade e misericórdia; a todos que de alguma forma ajudou e me fez perceber o grande valor do segundo mandamento; e minha revolta aos "humanos" indiferentes, frios e egoístas.


Que possamos aprender o real sentido de AMAR o PRÓXIMO como amamos a nós mesmos... 




Felippe Ramos do Nascimento